MEDITAÇÃO QUARESMAL: AS DORES DA VIRGEM MARIA

MEDITAÇÃO QUARESMAL: AS DORES DA VIRGEM MARIA
( Texto adaptado do original do “Comitato Nazionale per I’anno Mariano”.-CEI 1987,p. 256-267.)
 

- Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
- A vida é uma viagem – via-sacra- a percorrer como discípulos atrás de Cristo. Quem não carrega a sua cruz e não me segue, não pode ser meu discípulo, diz o Senhor. Também a Virgem Maria seguiu a Jesus, como mãe e discípula. Sua trajetória foi marcada pela dor, mas como a de seu Filho, chegou à plena luz. Seguindo as etapas do caminho da dor percorrido pela Virgem Maria, a fé e o amor nos conduzam às alegrias da Ressurreição.
- Senhor, olhai para nós, peregrinos nas estradas do mundo e acompanhados pela proteção da Virgem Maria. Fazei que alcancemos o pleno conhecimento de Cristo, que realiza todas as esperanças humanas. Amém.
 
 
PRIMEIRA ESTAÇÃO: MARIA ACOLHE NA FÉ A PROFECIA DE SIMEÃO.
JESUS, SINAL DE CONTRADIÇÃO
 
- “Vê: hoje eu te coloco contra nações e reinos, para arrancar e para derrubar, para construir e para plantar” (Jr 1,10).
 
- Nós vos louvamos, Santa Maria
- Mãe fiel junto à cruz de vosso Filho.
 
Simeão os abençoou e disse a Maria, a mãe: “Este menino será causa de queda e de reerguimento para muitos em Israel. Ele será um sinal de contradição – uma espada traspassará a tua alma! – e assim serão revelados os pensamentos de muitos corações” (Lc 2,34-35).
 
 Oração
- Invoquemos o Senhor, Deus de nossos pais!
- Deus de Abraão.
- Iluminai nossos corações!
- Deus de Israel.
- Iluminai nossos corações!
- Senhor do tempo.
- Iluminai nossos corações!
- Senhor de todas as nações,
- Iluminai nossos corações!
- Ó Deus, esperança de toda a humanidade, que por meio de Simeão, homem justo, anunciastes à Virgem Maria as horas de escuridão e dor, concedei-nos apegar-nos à fé que professamos nos tempos de dúvida e de provação. Por Cristo nosso Senhor. Amém.
-Este é o tempo da paixão.
-Subimos com Ele a Jerusalém, para participar de seu mistério.
 
 
SEGUNDA ESTAÇÃO: A FUGA DA SAGRADA FAMÍLIA PARA O EGITO.
JESUS PERSEGUIDO POR HERODES
 
E Deus lhe falou [a Jacó]: “Eu sou Deus, o Deus de teu pai. Não temas descer ao Egito, pois lá farei de ti uma grande nação. Eu mesmo descerei contigo ao Egito, e de lá te farei subir, e é José que te fechará os olhos.” (Gn 46,3-4).
 
- Nós vos louvamos, Santa Maria
- Mãe fiel junto à cruz de vosso Filho.
 
Depois que os magos se retiraram, o anjo do Senhor apareceu em sonho a José e lhe disse: “Levanta-te, toma o menino e sua mãe e foge para o Egito! Fica lá até que eu te avise, porque Herodes vai procurar o menino para matá-lo”. José levantou-se, de noite, com o menino e a mãe, e retirou-se para o Egito (Mt 2,13-14).
 
 Oração
- Invoquemos o Senhor, Deus poderoso e misericordioso!
- Guia do vosso povo, salvai-nos, Senhor!
- Defesa dos oprimidos, salvai-nos, Senhor!
- Esperança dos exilados, salvai-nos, Senhor!
- Refúgio dos perseguidos, salvai-nos, Senhor!
- Ó Deus, que confiaste a Maria e a José a guarda do vosso Filho Único, perseguido por Herodes, concedei-nos a graça de sermos intrépidos defensores dos nossos irmãos oprimidos pela injustiça e vitimas da violência. Amém.
- E vós, Maria, continuais a chorar não por causa de Jesus.
- Mas por nós, tantas vezes jogados em estado de morte.
 
 
TERCEIRA ESTAÇÃO: MARIA PROCURA JESUS EM JERUSALÉM
JESUS VEIO PARA CUMPRIR A VONTADE DO PAI
 
Levanto-me para abrir [a porta] ao amado: minhas mãos destilam a mirra e meus dedos, cheios de mirra escolhida, seguram a maçaneta de fechadura. Então abri ao amado: mas ele se afastara e passara adiante. Minha alma se derreteu, porque partira; procurei-o e não o encontrei; chamei-o, e não respondeu (Ct 5,5-6).
 
-Nós vos louvamos, Santa Maria.
-Mãe fiel junto à cruz de vosso Filho.
 
Terminados os dias da festa, enquanto eles voltavam, Jesus ficou em Jerusalém, sem que seus pais percebessem. Pensando que se encontrasse na caravana, caminharam um dia inteiro. Começaram então a procurá-lo entre os parentes e conhecidos. Mas, como não o encontrassem, voltaram a Jerusalém, procurando-o (Lc 2,43-45).
 
Oração
- Invoquemos o Senhor, Deus que está próximo e escondido.
- Fonte da Sabedoria, ensinai-nos os vossos caminhos!
- Autor da Lei, ensinai-nos os vossos caminhos!
- Senhor da Aliança, ensinai-nos os vossos caminhos!
- Glória de Jerusalém, ensinai-nos os vossos caminhos!
- Pai Santo, por desígnio de sabedoria dispusestes que a Virgem Maria experimentasse a dor da perda do Filho e o reencontrasse no templo, dedicado a fazer a vossa vontade. Concedei-nos buscar Cristo com empenho e generosidade e encontrá-lo na Palavra e no mistério da Igreja. Amém.
- Maria, sois a mulher que ama.
- Em vós reconhecemos todas as mães que choram por filhos perdidos, filhos traídos ou filhos que foram mortos.
 
 
QUARTA ESTAÇÃO: MARIA  SE ENCONTRA COM JESUS NO CAMINHO PARA O CALVÁRIO.
JESUS, HOMEM DE DORES.
 
Eram na verdade os nossos sofrimentos que ele carregava, eram as nossas dores que levava às costas. E a gente achava que ele era um castigado, alguém por Deus ferido e massacrado (Is 53,4).
 
- Nos vos louvamos, Santa Maria
- Mãe Fiel junto à cruz de vosso Filho.
 
Enquanto levavam Jesus, pegaram um certo Simão, de Cirene, que voltava do campo, e mandaram-no carregar a cruz atrás de Jesus. Seguia-o uma grande multidão do povo, bem como de mulheres que batiam no peito e choravam por ele (Lc 23,26-27).
 
Oração
- Invoquemos o Senhor, o Altíssimo, que se inclina sobre as dores humanas.
- Senhor, que sempre conduzis o vosso povo, guiai-nos na estrada da vida.
- Senhor, que levantais quem está caído, guiai-nos na estrada da vida.
- Senhor, que dirigis os passos dos justos, guiai-nos na estrada da vida.
- Pai Santo, debaixo de vosso olhar amoroso, vosso Filho, servo obediente, encontrou sua Mãe dolorosa no caminho do Calvário! Suscitai em nós o desejo sincero de seguir a Cristo, levando a nossa cruz, e ir com o amor ao encontro dos irmãos que sofrem. Amém.
- Maria, fazei que vivamos convosco a estrada da Páscoa.
- Carregando os fardos uns dos outros e chorando convosco as lágrimas do mundo!
 
 
QUINTA ESTAÇÃO: MARIA AOS PÉS DA CRUZ DE SEU FILHO.
JESUS, O CORDEIRO ERGUIDO SOBRE A CRUZ
 
Que o sofrimento o esmagasse era projeto do Senhor. Se, então, entregar a sua vida em reparação pelos pecados, ele há de ver seus descendentes, prolongará sua existência, e por ele a bom termo chegará o projeto do Senhor (Is 53,10).
 
- Nós vos louvamos, Santa Maria.
- Mãe fiel junto à cruz de vosso Filho.
 
Junto à cruz de Jesus estavam de pé sua mãe e a irmã de sua mãe, Maria de Cléofas, e Maria Madalena. Jesus, ao ver sua mãe e, ao lado dela, o discípulo que ele amava, disse à mãe: “Mulher, eis o teu filho!” Depois disse ao discípulo: “Eis a tua mãe!” A partir daquela hora, o discípulo a acolheu no que era seu ( Jo 16,25-27).
 
Oração
- Invoquemos o Senhor, Deus da vida!
- Senhor, fonte da vida, tende piedade de nós.
- Senhor, Deus de misericórdia, tende piedade de nós.
- Senhor, que levais à plena realização todas as profecias, tende piedade de nós.
- Ó Deus, quisestes que perto do vosso Filho, elevado na cruz, estivesse presente à sua Mãe dolorosa, fazei, que associados com ela a Paixão de Cristo, alcancemos a glória da ressurreição. Amém.
- Maria, vós ofereceste ao Pai o vosso Filho.
- Oferecei-nos também com Ele para que nenhuma dor humana seja vivida em vão.
 
 
SEXTA ESTAÇÃO: MARIA RECEBE EM SEUS BRAÇOS JESUS, DESCIDO DA CRUZ .
JESUS, A VÍTIMA DE RECONCILIAÇÃO.
 
 
“Sentaram-se no chão ao lado dele [de Jó] por sete dias e sete noites, sem dizer-lhe palavra, pois viam como era atroz a sua dor” (Jó 2,13).
 
-Nós vos louvamos, Santa Maria
- Mãe fiel junto à cruz de vosso Filho.
 
Ao entardecer, veio um homem rico de Arimatéia, chamado José, que também se tornara discípulo de Jesus. Ele foi procurar Pilatos e pediu o corpo de Jesus. Então Pilatos mandou que lhe entregassem o corpo. José, tomando o corpo, envolveu-o num lençol limpo     e o colocou um túmulo novo, que mandara escavar na rocha. Em seguida, rolou uma grande pedra na entrada do túmulo e retirou-se.         Maria Madalena e a outra Maria estavam ali sentadas, em frente ao sepulcro (MT 27,57-61).
 
Oração
 - Invoquemos o Senhor, Deus Justo e misericordioso!
- Deus de Justiça, seja feita a vossa vontade.
- Deus fiel, seja feita a vossa vontade.
- Deus de toda consolação, seja feita a vossa vontade.
- Pai misericordioso, que na hora da provação consolastes a Mãe desolada, dai-nos o Espírito de consolação, para que saibamos consolar as pessoas que vivem na solidão ou gemem na aflição. Amém.
- Ninguém profane a dor ou a morte.
- Pois não há ternura maior neste mundo do que saber chorar com os outros.
 
 
SETIMA ESTAÇÃO: MARIA ENTREGA JESUS PARA SER SEPULTADO, AGUARDANDO A RESSURREIÇÃO.
JESUS, PRIMÍCIA DA RESSURREIÇÃO
 
Por isso, profetiza e dize-lhes: Assim diz o Senhor Deus: Ó meu povo, vou abrir vossas sepulturas! Eu vos farei sair de vossas sepulturas e vos conduzirei para a terra de Israel. Ó meu povo, quando abrir vossas sepulturas e vos fizer sair delas, sabereis que eu sou o Senhor. Quando incutir em vós o meu espírito para que revivais, quando vos estabelecer em vossa terra, sabereis que eu, o Senhor, digo e faço — oráculo do Senhor (Ez 37,12-14).
 
- Nós vos louvamos, Santa Maria.
- Mãe Fiel junto à cruz de vosso Filho.
 
Eles pegaram o corpo de Jesus e o envolveram, com os perfumes, em faixas de linho, do modo como os judeus costumam sepultar. No lugar onde Jesus foi crucificado havia um jardim e, no jardim, um túmulo novo, onde ninguém tinha sido ainda sepultado. Por ser dia de preparação para os judeus, e como o túmulo estava perto, foi lá que eles colocaram Jesus (Jo 19,40-42).
 
Oração
- Invoquemos o Senhor Deus, Pai de Cristo Ressuscitado!
- Ó Deus da criação, dai-nos o Espírito de Vida.
- Ó Deus da história, dai-nos o Espírito de Vida.
- Ó Deus da Salvação, dai-nos o Espírito de Vida.
- Ó Deus da glória, dai-nos o Espírito de Vida.
- Ó Deus, no sepulcro novo, sinal da terra virgem, pusestes a semente da nova criação. Concedei-nos a graça de sermos portadores da esperança e testemunhas da vida nova que nos foi dada no Cristo ressuscitado. Amém.
- Ó Virgem Maria, a vossa piedade é a nossa certeza de sermos sempre atendidos e alegrar-nos mesmo com lágrimas nos olhos.
 
 
Oração Final
- Bem-aventurada sois vós, Rainha dos Mártires! Associada à Paixão de Cristo, vos tornastes nossa mãe, sinal de esperança em nossa jornada.
- Venha sobre nós, Senhor, que acompanhamos a via-sacra da Virgem Maria, a  abundância de vossos dons: a consolação e o perdão, a serenidade e a paz, a alegria e a esperança segura de participarmos da glória do Cristo Ressuscitado. Amém.
- A Virgem Santa Maria nos proteja e nos guie no caminho da vida.
 
 
SANTA MARIA DO CAMINHO
 
Pelas estradas da vida, nunca sozinho estás. Contigo pelo caminho, Santa Maria vai. Ó vem conosco, vem caminhar, Santa Maria vem!
 
Mesmo que digam os homens: “tu nada podes mudar”, luta por um mundo novo de unidade e paz. Ó vem conosco, vem caminhar, Santa Maria vem!
 
Se pelo mundo os homens, sem conhecer-se vão, não negues nunca a tua mão a quem te encontrar. Ó vem conosco, vem caminhar, Santa Maria vem!

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 286 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: