COMUNHÃO NA BOCA, DE JOELHOS E DAS MÃOS DO SACERDOTE.

abril 16, 2009

comunhao

COMUNHÃO NA BOCA, DE JOELHOS

 E DAS MÃOS DO SACERDOTE.

               CATECISMO ROMANO

“Devemos, pois, ensinar que só aos sacerdotes foi dado poder de consagrar a Sagrada Eucaristia, e de distribuí-la aos fiéis cristãos. Sempre foi praxe da Igreja que o povo fiel recebesse o Sacramento pelas mãos dos sacerdotes, e os sacerdotes comungassem por si próprios, ao celebrarem os Sagrados Mistérios. Assim o definiu o Santo Concílio de Trento; e determinou que esse costume devia ser religiosamente conservado, por causa de sua origem apostólica, e porque também Cristo Nosso Senhor nos deu o exemplo, quando consagrou Seu Corpo Santíssimo, e por Suas próprias mãos O distribuiu aos Apóstolos.

De mais a mais, com o intuito de salvaguardar, sob todos os aspectos, a dignidade de tão augusto Sacramento, não se deu unicamente aos sacerdotes o poder de administrá-lo: como também se proibiu, por uma lei da Igreja, que, salvo grave necessidade ninguém sem Ordens Sacras ousasse tomar nas mãos ou tocar vasos sagrados, panos de linho, e outros objetos necessários à confecção da Eucaristia.

Destas determinações podem todos, os próprios sacerdotes e os demais fiéis, inferir quão virtuosos e tementes a Deus devem ser aqueles que se dispõem a consagrar, a ministrar, ou a receber a Sagrada Eucaristia“.

CATECISMO MAIOR DE SÃO PIO X

“No ato de receber a sagrada Comunhão, devemos estar de joelhos, com a cabeça medianamente levantada, com os olhos modestos e voltados para a sagrada Hóstia, com a boca suficientemente aberta e com a língua um pouco estendida sobre o lábio inferior. Senhoras e meninas devem estar com a cabeça coberta”.

MISSAL ROMANO (Forma Extraordinária)

O Missal Romano determina que a partir do momento da consagração, o sacerdote deve manter juntos os dedos indicador e polegar, de tal forma que, ao elevar o cálice, ao virar as páginas do missal ou ao abrir o sacrário, aqueles dedos toquem somente a Hóstia consagrada. No final da missa, o sacerdote passa com a patena sobre o corporal e limpa-o para dentro do cálice, para que possa ser recolhida e consumida com reverência a menor Partícula que possa ter aí ficado. Após a comunhão, as mãos do sacerdote são lavadas sobre o cálice com água e vinho – consumidos reverentemente, impedindo que alguma Partícula seja profanada.

SANTO TOMÁS DE AQUINO

“Pertence ao sacerdote distribuir o Corpo de Cristo por três motivos.

Primeiro, porque é ele que consagra na pessoa de Cristo. Assim como Cristo consagrou o seu corpo na Ceia, assim também distribuiu-o aos discípulos. Por isso, assim como pertence ao sacerdote consagrar o Corpo de Cristo, assim também o de distribuí-lo.

Segundo, porque o sacerdote se constitui intermediário entre Deus e o povo. Portanto, como lhe pertence apresentar a Deus as oferendas do povo, assim também lhe pertence distribuir ao povo os dons divinamente santificados.

Terceiro, porque por respeito à Eucaristia, nada a deve tocar que não esteja consagrado. Por isso, consagram-se os corporais, os cálices, igualmente as mãos do sacerdote para tocarem este sacramento. Não é lícito, pois, a ninguém mais tocá-lo, a não ser em caso de necessidade, por exemplo se cair no chão ou em outro caso semelhante”

(Suma Teológica, III, q.82, a.III).

“Depois da consagração, o celebrante une os dedos, isto é o polegar com o indicador, que tocaram o Corpo consagrado de Cristo, para que, se alguma partícula aderira a eles, não desprenda. Manifesta o respeito devido ao sacramento” (Suma Teológica, III, q.83, a.VI, ad5).

SÃO FRANCISCO DE SALES

“Começa já na véspera do dia da comunhão a te preparar com repetidas aspirações do amor divino e deita-te mais cedo que de costume, para te levantares também mais cedo. Se acordas durante a noite, santifica esses momentos por algumas palavras devotas ou por um sentimento que impregne tua alma de felicidade de receber o divino esposo; enquanto dormes, ele está velando sobre o teu coração e preparando as graças que te quer dar em abundância, se te achar devidamente preparada. Levanta-te de manhã com este fervor e alegria que uma tal esperança te deve inspirar, e depois da confissão aproxima-te com uma grande confiança e profunda humildade da mesa sagrada, para receber este alimento celeste, que te comunicará a imortalidade. Depois de pronunciares as palavras: “Senhor, eu não sou digno …”, já não deves mover a cabeça ou os lábios para rezar ou suspirar; mas, abrindo um pouco a boca e elevando a cabeça de modo que o padre possa ver o que faz, estende um pouco a língua e recebe com fé, esperança e caridade aquele que é de tudo isso ao mesmo tempo o princípio, o objeto, o motivo e o fim“.

Fonte: http://www.derradeirasgracas.com/2.%20Segunda%20Página/O%20Poder%20da%20Santa%20Missa/COMUNHÃO%20NA%20BOCA,%20DE%20JOELHOS%20E%20DAS%20MÃOS%20DO%20SACERDOTE..htm


Se Compreendesses o Dom de Deus

abril 16, 2009

ORAÇÕES SENHOR ESCUTA MINHA PRECE.

abril 16, 2009

padre-gabriel-amorth3

ORAÇÕES SENHOR ESCUTA MINHA PRECE.

(Sugeridas pelo Pe. Gabriele Amorth.)

 ORAÇÃO – EU TE PEÇO, SENHOR!

 (Salmo 5).

Senhor, ouvi minhas palavras, escutai meus gemidos.

Escutai a voz de minha prece, ó meu Rei, ó meu Deus.

É a Vós que eu invoco, Senhor!

Desde a amanhã; escutai minha voz, porque, desde o raiar

Do dia, Vos apresento minha súplica e espero.

Conduzi-me pelas sendas da justiça, por causa de meus

Inimigos; aplainai, para mim, Vosso caminho.

Regozijam-se os que em Vós confiam, permanecem para

Sempre na alegria. Protegei-os e triunfarão em Vós os que amam Vosso nome. Pois, Vós, Senhor, abençoais o justo;

Vossa benevolência, como um escudo, o cobrirá.

ORAÇÃO – SENHOR DE MISERICÓRDIA

 (Salmo 89) 

Senhor, escuta-me,

Responde-me,

Porque eu sou fraco e infeliz.

Guarda-me, porque sou fiel;

Senhor, meu Deus, salva Teu servo,

Que espera em Ti.

Piedade de mim, Senhor,

A Ti clamo todos os dias.

Torna alegre a vida do Teu servo,

Porque a Ti, Senhor,

Exalto a minha’alma.

Tu és bom, Senhor, e perdoa,

Sois pleno de misericórdia

Com quem Te invoca.

Escuta, Senhor,

A minha oração

E seja atento

À voz da minha súplica.

 ORAÇÃO – PIEDADE DE MIM, Ó DEUS

 (Salmo 50).

Piedade de mim, ó Deus,

Segundo a Tua misericórdia;

Nela, tua grande bondade

Meu pecado é perdoado.

Lava-me de todas as minhas culpas,

Purifica-me do meu pecado.

Reconheço a minha culpa,

O meu pecado está sempre diante de mim.

Contra Ti, unicamente contra Ti eu tenho pecado,

Aquilo que é mal diante de Teus olhos,

Eu tenho feito.

Afasta o olhar dos meus pecados,

Livra-me de toda a minha culpa.

Coloca em mim, Senhor, um coração puro,

Renova-me em uma alma saudável.

Não me afasta a Tua presença

E não me priva do Teu Santo Espírito.

Permita-me a alegria de ser salvo,

Substitui em mim um caráter bondoso.

ORAÇÃO – O SENHOR É O MEU PASTOR

(Salmo 22)

O Senhor é meu pastor,

Nada me faltará;

Em verdes prados ele me faz repousar,

Conduz-me junto às águas refrescantes.

Restaura as forças de minha alma,

Pelos caminhos retos Ele me leva, por amor do Seu nome.

Ainda que eu atravessasse

O vale escura,

Nada temerei,

Pois estais comigo.

Vosso bordão e Vosso báculo

São o meu amparo.

Preparais para mim a mesa

À vista de meus inimigos;

Derramais o perfume sobre minha cabeça.

E transborda minha taça.

A Vossa bondade e misericórdia hão de seguir-me

Por todos os dias de minha vida,

E habitarei na cada do Senhor

Por longos dias. 

 ORAÇÃO – TU REDIMES A MINHA VIDA

Te rendo graças, Senhor,

Com todo o coração:

Tem ouvido as palavras

De minha boca.

A ti canto diante de Teus anjos,

Prosto-me  para Teu templo santo.

Rendo graças ao Teu nome

Pela Tua fidelidade e a Tua misericórdia:

Rendo-me à Tua promessa

Tamanha a minha confiança.

No dia em que eu O invoquei,

Me respondeu,

Colocando em mim, força.

Te louvarão, Senhor, todos os reis da Terra

Quando ouvirem as palavras de

Tua boca.

Cantaremos as maneiras do Senhor,

Porque grande é a glória do Senhor;

Excelso é o Senhor

E guarda os humildes

Dos arrogantes,

Mantendo-os distantes.

Se caminho em meio às desventuras,

Tu me guardas a vida;

Contra a ira dos meus inimigos estende a mão

E a Tua direita me salva.

O Senhor completará em mim

A Tua obra.

Senhor, a Tua bondade dura eternamente:

Não abandone

A obra de Tua mãos.

 ORAÇÃO – PROCURAMOS A TUA FACE

(Cf. Daniel 3,26-41).

Sede bendito e louvado,

Senhor, Deus de nossos pais!

Que vosso nome seja glorioso pelos séculos!

Vós sois justo em todo o Vosso proceder.

Porque nós havíamos pecado.

Havíamos agido na iniqüidade,

Afastando-nos de Ti,

Havíamos faltado de outros modos.

Pecamos, erramos afastando-nos de Vós; em tudo agimos mal.

Pelo amor de Vosso nome,

Não nos abandoneis para sempre;

Não destruais de modo algum Vossa aliança.

Não nos retireis Vossa misericórdia

Em consideração a Abraão, Vosso amigo,

Isaac, Vosso servo, Israel, Vosso santo,

Aos quais prometestes multiplicar sua descendência como as estrelas do Céu

E a areia que se encontra à beira do mar.

Senhor, fomos reduzidos a nada diante das nações,

Fomos humilhados diante de toda a Terra:

Tudo, devido a nossos pecados!

Hoje, já não há príncipe, nem profeta,

Nem chefe, nem holocausto,

Nem sacrifício, nem oblação, nem incenso,

Nem mesmo um lugar para Vos oferecer nossas primícias

E encontrar misericórdia.

Que a contrição de nosso coração

E a humilhação de nosso espírito

Nos permita achar bom acolhimento junto a Vós, Senhor,

Como um holocausto de carneiros, de touros

E milhares de gordos cordeiros!

Que assim possa ser hoje a Ti,

O nosso sacrifício em Vossa presença,

Porque nenhuma confusão existe para aqueles que põem em

Vós sua confiança.

É de todo nosso coração que nós Vos seguimos agora,

Que nós Vos reverenciamos, que buscamos Vossa face.

ORAÇÃO – QUALQUER COISA QUE PEDIRDES

E tudo o que pedirdes ao Pai em Meu nome,

Vo-lo farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.

Qualquer coisa que Me pedirdes em Meu nome, Vo-lo farei. (João 14,13-14).

E eu Vos digo:

Pedi, e dar-se-vos-á;

Buscai, e achareis;

Batei, e abrir-se-vos-á.

Se vós, pois, sendo maus,

Sabeis dar boas coisas a vossos filhos,

Quanto mais vosso Pai celestial dará

O Espírito santo aos que Lho pedirem. (Lucas 11,9-13)

Estes milagres acompanharão os que crerem:

Expulsarão os demônios em Meu nome,

Falarão novas línguas,

Manusearão serpentes e, se beberem algum veneno mortal,

Não lhes fará mal;

Imporão as mãos aos enfermos e eles ficarão curados. (Marcos 16,17-18)

ORAÇÃO – EM NOME DE JESUS

(Filipenses 2,6-11)

Sendo Cristo Jesus de condição divina, não se prevaleceu de Sua igualdade com Deus, mas aniquilou-se a Si mesmo, assumindo a condição de escravo e assemelhado-se aos homens.

E, sendo exteriormente reconhecido como homem, humilhou-se ainda mais, tornando-se obediente até a morte, e morte de cruz.

E toda língua confesse, para a glória de Deus Pai, que Jesus Cristo é Senhor.

Fonte: http://www.derradeirasgracas.com/2.%20Segunda%20Página/Escritos%20de%20Padre%20Gabriele%20amorth/1.Orações%20do%20Pe.%20Gabriele%20Amorth%20.htm#ORAÇÕES%20SENHOR%20ESCUTA%20MINHA%20PRECE.