AS RAPOSINHAS

raposinhas

Você conhece muito bem as raposinhas… que inflitram-se em nossas vidas! Espero que este texto faça-o refletir e tomar decisões firmes e sábias ao lado de Jesus, o próprio Deus!

“Apanhai-nos as raposas, as raposinhas,
que fazem mal às vinhas;
pois as nossas vinhas estão em flor.”
(Cântico dos Cânticos 2.15)

A raposa de Cântico dos Cânticos é uma erva daninha chamada carrapicho. Pequenas coisas impedem o nosso crescimento e estas coisas são o pecado.
Precisamos ficar atentos às pequenas coisas. As coisas grandes acontecem de uma coisa pequena. O que é pequeno hoje pode ser grande amanhã.

Deus se importa com as pequenas coisas. Não devemos menosprezá-las. O que Jesus falou era exatamente o que ele queria dizer. Somos nós que não deixamos Deus tratar nas nossas vidas. Deus não vai pôr em nossas mãos algo que não possamos fazer porque ele não é irresponsável.

Se uma flor e cortada por cima volta a brotar, mas se for tirada a raiz não volta a nascer. Deus quer tirar as raízes dos nossos pecados. Nós temos que estar alegres com as provações. Deus permite que algo aconteça além do que podemos suportar, mas aí ele nos toma em seus braços e nos cuida. Toda boa dádiva vem de Deus.
As Raposas

INVEJA
Desgosto provocado pela prosperidade ou alegria de outros. Desejo de possuir um bem que outro possui ou desfruta. Descontentamento.
Hb 13.5; Gl 5.21; Tg 3.16; I Co 3.3.

A inveja muitas vezes é algo sutil. Temos que ter cuidado com a inveja.

MURMURAÇÃO
Queixar-se em voz baixa. Dizer mal de alguma coisa. Insatisfação.
Ex 16.8; Rm 1.30-32

A murmuração prejudica a nós e aos outros. As vezes por uma situaçãozinha que nos aperta esquecemos tudo o que Deus fez e começamos a murmurar. Murmuração é sinal de ingratidão. As vezes murmuramos até em oração.

Deus quer nos ensinar a dar graças pelo que temos. É mais importante o que Deus quer nos ensinar do que o que queremos fazer. Deus quer nos ensinar a linguagem do seu reino. Nós perdemos muito do que Deus tem para nós devido a murmuração.

FOFOCA
Intriga. Divulgar em segredo com fim de mal conquistar.
Lv 19.16-18.

ORGULHO
Pensamento elevado sobre si mesmo. Amor próprio exagerado. Soberba.
Sl 131.1; II Tm 3.4

Deus quer que saibamos o que somos. O diabo quer mostrar que somos muito ou que somos muito pouco. O orgulho tem várias ramificações. Nós somos dependentes. Precisamos nos cercar de pessoas diferentes de nós para nos completar. Temos que nos despir de toada auto-suficiência. Se confiarmos em nós mesmos, caímos.

Obstinação é uma faceta do orgulho. O orgulho vem direto do diabo. Temos que ter coragem para fazer a coisa certa. Deus nos chamou para segui-lo.

MENTIRA
Falsidade. Enganar as pessoas. Dizer meia verdade, mentir por brincadeira.
Ap 21.8; 20.14; 22.15

A mentira é algo sério mas nós não levamos a sério. Mentira vem do diabo. Nós tratamos levianamente a mentira.

IRA
Reação egoísta de se defender, cólera, paixão que nos excita contra alguém.
Cl 3.5,8; Ef 4.26; Pv 29.11

A ira excita uma pessoa contra a outra. Temos que ter domino sobre nós mesmos. A raiz de todo pecado é a alta satisfação.

CONCUPISCÊNCIA
Desejo desordenado. Isso envolve várias áreas da nossa vida: comida, prazer, ambição, sexo, cobiça, luxuria.
I Jo 2.16

Concupiscência é um desejo alem do normal. Temos que saber dominar os desejos carnais. Hedonismo = o prazer aqui e agora, custe o que custar. Deus tem o desejo de satisfazer as nossas necessidades.

OCIOSIDADE
Falta de trabalho, estado desocupado.
Pv 28.19; Ez 16.49; Ef 5.14-18.

Temos que saber planejar a nossa vida. Se nós não temos alvo, acabamos caindo numa monotonia.

INDIFERENÇA
Apatia, desânimo, negligência, fazer as coisas de Qualquer maneira.
Ap 3.15.

Muitas vezes a obra de Deus não anda devido a indiferença. “Eu tenho o que eu quero, os outros que se lasquem”

Isto é um pecado que nós precisamos combater. Não devemos estar conformados com a vida que temos com Deus. Jr 33.3.

Amizade com o mundo
Dar mais tempo para as coisas do mundo do que para as coisas de Deus. O mundo é o sistema de uma sociedade humana sem Deus. Nós temos vivido os valores deste mundo. Temos que fugir deste mundo. Mundanismo = viver para satisfazer nossos desejos naturais, ultrapassando os limites estabelecidos por Deus. Deus nos criou com desejos que são naturais, mas se somos dominados por esses desejos, há algo errado.

Sinais de uma pessoa que vive no mundo

Escolhas: Nossas escolhas revelam nosso caráter. Pessoas que vivem para o mundo fazem sua escolha para o que é do mundo.

Preocupação por falta de algo: Que lugar as coisas ocupam no meu coração? Muitas vezes gostamos mais de coisas do que de pessoas ou de Deus.

Necessidade de aparecer.

Necessidade de ganhar: Não é porque parece, que estamos ganhando.

Preocupação com posição.

Dificuldade de receber ordens: Temos que saber obedecer.

Insatisfação com a vida: Quanto mais temos, mais queremos.

INCREDULIDADE
Falta de fé.
Hb 11.13

O terrível é não alcançar promessas por não crermos. “A fé vê o invisível, crê no inacreditável e alcança o impossível”. Na teoria nós sabemos tudo, na prática não fazemos nada. Deus é o Deus dos absurdos. Muitas vezes não temos coragem de obedecer a Deus por incredulidade.

FALTA DE PERDÃO
Não querer exercitar perdão, guardar ressentimento.
Mt 18.23-35; Hb 12.15

Ressentimento destrói a nossa vida com Deus. Deus quer nos ensinar a agir com um espírito perdoador.

Fonte: http://www.cot.org.br/refletir.php?action=ver&id=29

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: