Padre Fábio de Melo: “Sofrimento Desafio para Gigantes”

maio 17, 2010

Parte 1

Parte 2

Parte 3

Parte 4

Parte 5


O VERDADEIRO INIMIGO A COMBATER É O PECADO.

maio 17, 2010

 

ÂNGELUS DO PAPA.

O verdadeiro inimigo a combater é o pecado.

16.05.10 Cidade do vaticano: Bento XVI ao meio-dia, na Praça de São Pedro, apinhada de fiéis que lhe manifestavam solidariedade. Papa recomenda radicalidade e coerência e evoca a “intensa peregrinação” a Portugal e a multidão em Fátima.

Uma multidão de mais de 100 mil católicos de toda a Itália se congregou neste domingo de manhã, na Praça de São Pedro, convocados pelas associações laicais católicas italianas numa “manifestação de fé e de solidariedade” ao Papa. Às 11 horas, teve lugar uma celebração da Palavra, em que se recordou uma ampla passagem da homilia do Santo Padre, há cinco anos, no início do ministério petrino, quando pediu a todos para rezarem por ele, “para que aprenda cada vez mais a amar o Senhor” e “a amar cada vez mais a Santa Igreja… cada um singularmente e todos conjuntamente”. Depois da oração mariana, manifestando a todos os presentes “o mais vivo reconhecimento”, afirmou o Papa:

“Caros amigos, vós mostrais hoje o grande afeto e a profunda proximidade da Igreja e do povo italiano ao Papa e aos vossos sacerdotes, que quotidianamente cuidam de vós, para que, no empenho de renovamento espiritual e moral possamos servir cada vez melhor a Igreja, o Povo de Deus e todos os que a nós se dirigem confiadamente”

“O verdadeiro inimigo a temer e a combater – recordou Bento XVI – é o pecado, o mal espiritual, que por vezes, infelizmente, contagia também os membros da Igreja”.

“Vivemos no mundo, mas não somos do mundo. Nós cristãos não devemos ter medo do mundo, embora devamos precaver-nos contra as suas seduções. Devemos pelo contrário temer o pecado e para tal mantermo-nos fortemente radicados em Deus, solidários no bem, no amor, no serviço”.

E é precisamente isto o que os ministros da Igreja, juntamente com os fiéis, têm feito e continuam a fazer. O Santo Padre concluiu pois esta saudação aos presentes que lhe manifestavam solidariedade encorajando todos a “prosseguir conjuntamente este caminho”. “Que as provações, que o Senhor permite, nos levem a uma maior radicalidade e coerência.

“É belo ver hoje esta multidão na Praça como foi emocionante para mim ver em Fátima a imensa multidão que, na escola de Maria, rezou pela conversão dos corações. Renovo hoje este apelo, confortado com a vossa presença, tão numerosa! Obrigado!”

Já anteriormente, na alocução inicial, que precedeu a recitação mariana, Bento XVI se referira à viagem a Portugal, agradecendo a proteção materna de Maria nessa “intensa peregrinação”:

“Agradeço à Virgem Maria, que nos dias passados tive ocasião de venerar no Santuário de Fátima, pela sua materna proteção durante a intensa peregrinação realizada a Portugal”.

Nesta alocução antes do canto do Regina Coeli, Bento XVI referiu a celebração, neste domingo, na Itália como noutros países, da Ascensão de Jesus.

“O Senhor atrai em direção ao céu o olhar dos Apóstolos para lhes indicar como percorrer o caminho do bem durante a vid

a terrena. Contudo, Ele permanece na trama da história humana, está próximo de cada um de nós e guia o nosso caminho cristão: é companheiro dos perseguidos por causa da fé, está no coração de todos os que são marginalizados, está presente naqueles a quem é negado o direito à vida. Podemos escutar, ver e tocar o Senhor Jesus na Igreja, especialmente mediante a palavra e os gestos sacramentais dos seus Pastores”.

Bento XVI encorajou os jovens e adolescentes que neste tempo pascal recebem o sacramento do Crisma a permanecerem fiéis à Palavra de Deus e à doutrina recebida… conscientes de terem sido escolhidos e constituídos para testemunharem a Verdade. Aos “irmãos no Sacerdócio”, o Papa deixou o convite a que “na sua vida e ação se distingam por um forte testemunho evangélico e saibam utilizar com sapiência também os meios de comunicação, para darem a conhecer a vida da Igreja e ajudar os homens de hoje e descobrirem o rosto de Cristo”.

Fonte: Rádio Vaticano.

Extraído do site: http://www.derradeirasgracas.com/3.%20Papa%20Bento%20XVI/O%20verdadeiro%20inimigo%20a%20combater%20é%20o%20pecado..htm