MONSENHOR JONAS ABIBI – NÃO DÁ MAIS PRA VOLTAR

setembro 7, 2010

SEJAM FIRMES DIANTE DE UMA CULTURA DE INCERTEZA

setembro 7, 2010

ÂNGELUS PAPA BENTO XVI

SEJAM FIRMES DIANTE DE UMA CULTURA DE INCERTEZA

05.09.10 – Castel Gandolfo, – Diante de uma “cultura indecisa sobre valores de fundo”, o Papa lança aos jovens uma proposta que ele mesmo define como sendo “contracorrente”.

Bento XVI, retornando a Castel Gandolfo após a visita a Carpineto Romano, escolheu dedicar a alocução que precede a oração dominical do Ângelus à mensagem para a XXVI Jornada Mundial da Juventude, que se realizará em Madri daqui a menos de um ano. O Pontífice iniciou a sua reflexão pedindo desculpas por seu breve atraso.

“Arraigados e edificados em Cristo, firmes na fé”: essa foi a expressão do Apóstolo Paulo na Carta aos Colossenses que Bento XVI escolheu para os jovens. O próprio Santo Padre perguntou-se: quem hoje propõe aos jovens que sejam “arraigados” e “firmes”? Em seguida, convidou-os com veemência a refletirem sobre a cultura que parece ser dominante: uma cultura que define como sendo “indecisa em relação aos valores de fundo, aos princípios sobre os quais orientar e regular a própria vida”.
Bento XVI chamou a atenção das novas gerações, e não somente, para o fato que “se exalta a incerteza, a mobilidade, a volubilidade”. E depois observou:

“Na realidade, eu mesmo, pela minha experiência e pelos contatos que tenho com os jovens, sei bem que toda geração, aliás, toda pessoa singularmente considerada, é chamada a fazer novamente o percurso de descoberta do sentido da vida.”

Por isso – explicou – escolhi a imagem da árvore. “De fato, o jovem é como uma árvore em crescimento: para desenvolver-se bem precisa de raízes profundas, que, em caso de tempestade de vento, mantenham-na de pé fincada no solo”.

Bento XVI falou também de “válida fundação” para que uma casa seja segura. E indicou aos jovens a fundação por excelência:

“A plena maturidade da pessoa, a sua estabilidade interior, têm o fundamento na relação com Deus, relação que passa pelo encontro com Jesus Cristo.”

“Uma relação de profunda confiança, de autêntica amizade com Jesus – afirmou o Pontífice – é capaz de dar a um jovem aquilo de que mais precisa para enfrentar bem a vida”: “Serenidade e luz interior, aptidão a pensar positivamente, abertura de ânimo para com os outros, disponibilidade a se doar pelo bem, pela justiça e pela verdade.”

“Se nenhum homem é uma ilha – acrescentou Bento XVI – muito menos o é o cristão, que descobre na Igreja a beleza da fé partilhada e testemunhada junto aos outros na fraternidade e no serviço da caridade.”

Após saudar, em várias línguas, os diversos grupos de fiéis e peregrinos reunidos no pátio interno da residência pontifícia de verão de Castel Gandolfo, o Santo Padre despediu-se dos presentes concedendo a todos a sua Bênção apostólica.

Fonte: Rádio Vaticano.

Extraído do site: http://www.derradeirasgracas.com/3.%20Papa%20Bento%20XVI/SEJAM%20FIRMES%20DIANTE%20DE%20UMA%20CULTURA%20DE%20INCERTEZA.htm