O MUNDO TIROU SUAS ESPERANÇAS, MAS UM ENCONTRO COM JESUS DEVOLVEU-LHE A VIDA.

O mundo tirou suas esperanças, mas um encontro com Jesus devolveu-lhe a vida

Um testemunho de esperança e vida nova para agradecer a você que é sócio evangelizador e contribui para que a evangelização da Canção Nova seja semente de esperança para muitos.

Quando o mundo já não acreditava mais nele, o jovem Adair – que usou drogas dos doze aos vinte e dois anos -, teve a graça de buscar, dentro de si, a Palavra de Deus semeada no seu coração, fazendo com que ele fosse liberto do submundo das drogas.
.:Ouça o testemunho de conversão de Adair, que se libertou das drogas e hoje contribui com a evangelização da Canção Nova.

“Olá, internautas que acessam o cancaonova.com!

Eu me chamo Adair José Sato Comodo, tenho trinta anos e trabalho aqui na Canção Nova como administrador de Banco de Dados.

É uma história linda da Canção Nova em minha vida. Quando eu tinha doze anos de idade, tive envolvimento com drogas por problemas familiares e coisas que, talvez, você esteja hoje passando na sua casa com seus pais. Talvez você pai e mãe que estejam me assistindo, possam estar passando com seu filho ou sua filha pelo mesmo problema.

Eu era fruto deste meio, mas vim participar de um acampamento aqui na Canção Nova. Envolvido com drogas, eu não tinha diálogo em casa, não dava ouvidos aos meus pais, e era também muito imperativo, dinâmico e agitado. Meus pais eram muito honestos e trabalhadores, mas eu não conseguia ter um diálogo com eles.

Então, fui procurar refúgio em companhias não eficientes, e acabei me envolvendo ainda mais com drogas. Um dia vim parar na Canção Nova, porque eu queria fazer bagunça. Mas, naquele momento, havia um plano de Deus para a minha vida; começava o fruto da eficácia da evangelização, dessa “nova canção” em mim. Comecei a participar e tudo o que iam falando [os pregadores], entrava no meu coração. Eu achava que era tudo “oba-oba”, mas ficaram os frutos no meu coração.

O tempo foi passando e acabei me envolvendo com tóxicos mais pesados. Embora trabalhando, eu não conseguia acompanhar direito os estudos, sempre queria a bagunça e só me vestia de preto. Meus pais ficavam muito angustiados em me ver daquela forma.

À medida em que Deus foi agindo em minha vida, as coisas foram acontecendo. Eu achava que Ele estava se afastando de mim, mas, na verdade, era eu quem me afastava dEle. Eu fui caindo cada vez mais nas drogas; cheguei a usar todos os tipos de entorpecentes, só não usei injetáveis. Até sintético – que na minha época era ácido, mas agora chamam de êxtase -, eu tomei. No entanto, o que mais roubou boa parte da minha juventude até os 22 anos, foi o crack. Isto me fez, até onde me lembro, ficar três dias direto confinado numa construção, fumando crack. O dinheiro que consegui foi produto de um roubo; eu roubei uma pessoa e cometi um ato de violência contra ela.

Quando eu voltei para a minha casa, queria buscar alimento, mas não conseguia. Ali eu vi onde cheguei: ao fim do poço. Ali eu não via mais esperança. Mas a partir daquele momento, lembrei-me de tudo o que aconteceu em minha vida quando eu estive na Canção Nova, querendo bagunçar e fumar maconha. Os frutos da oração da minha mãe – que colaborava com esta obra de Deus, ouvinda a Rádio CN e acreditava que a situação poderia mudar -, mantinham ela firme na esperança, mesmo quando me via drogado e chegando em casa de madrugada. Às vezes, eu nem chegava.

Essa força ela encontrava na Rádio, ouvindo o Monsenhor Jonas Abib e a Luzia Santiago. Mesmo vendo o filho naquele estado, ela parecia estar em paz.

Hoje faz oito anos que estou livre das drogas, passei pela Fazenda da Esperança , onde fiquei internado três meses – embora o processo de internação seja de um ano -, pois Deus tinha planos para a minha vida, assim como Ele tem um plano para a sua vida, para as nossas vidas. Jesus quer salvar você!

Eu não sei qual é a sua situação, não sei o que está acontecendo com você neste momento. Quem sabe você que usa drogas e, por algum motivo, passou na frente do computador ou está navegando na internet procurando por algo e encontrou, neste momento Deus está falando com você. Ele está usando de mim, que estive numa situação de desesperança, para falar com você. Jesus me deu esta esperança, e ela é fruto da Canção Nova, uma obra que é graça de Deus nas nossas vidas.

Você também tem salvação! Ela existe e eu sou resultado dela. Eu sou resultado da ação de Deus em minha vida.

Você que colaborou com a Canção Nova naquela época, saiba eu sou fruto da sua colaboração, das suas orações e doações, que chegaram ao céu e salvaram a minha vida.

Hoje, eu trabalho aqui na Canção Nova, e é tão grande essa obra! É coisa de Deus. Eu trabalho em um setor onde sou agraciado. Ajudo na parte técnica do portal com toda uma equipe de profissionais; e o conteúdo do cancaonova.com me ajuda a, cada vez mais, manter-me firme nesta decisão. Porque é um dia após o outro. Sei que eu sou um ex-drogado, mas Cristo me dá forças.

Por isso eu peço a você que assiste a este vídeo, você que é pai ou mãe, colabore, ajude, mantenha essa obra de evangelização, porque esse mundo aí fora quer tirar a nossa esperança. Não deixe isso acontecer, porque Jesus Cristo é esperança e há possibilidade, há como mudar. Eu sou prova e testemunho vivo disso.

Muito obrigado! Deus abençoe você.

Ser Canção Nova é bom demais!”

Adair José Sato Comodo
Colaborador da Fundação João Paulo II

Fonte: http://clube.cancaonova.com/materia_.php?id=11958

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: