NOSSA SENHORA DE LOURDES: TODAS AS 18 APARIÇÕES

fevereiro 10, 2011
 
TODAS AS APARIÇÕES DE NOSSA SENHORA DE LOURDES
SEGUNDO RELATOS DE SANTA BERNADETE
 
Na oitava de Nossa Senhora de Lourdes:

1ª aparição. Nossa Senhora aparece na Gruta
2ª aparição. Santa Bernadette quer tirar a dúvida.
3ª aparição. Nossa Senhora fala pela primeira vez.
4ª aparição. Início da “quinzena”.
5ª aparição. Nossa Senhora dá uma oração especial para Santa Bernadette.
6ª aparição: Nossa Senhora pede rezar pelos pecadores.
7ª aparição: Nossa Senhora dá três segredos.
8ª aparição: “Penitência, penitência, penitência!”
9ª aparição: Nossa Senhora manda se lavar na fonte e comer grama.
10ª aparição: Santa Bernadette manda os presentes imitarem seus atos de piedade.
11ª aparição: os presentes voltam a imitar os atos de piedade da santa.
12ª aparição: única assistida por um sacerdote.
13ª aparição: Nossa Senhora pede uma capela e a procissão.
14ª aparição: pároco zomba dos pedidos.
15ª aparição: última da “quinzena”.
16ª aparição. “Eu sou a Imaculada Conceição”.
17ª aparição. O “milagre do círio”.
18ª e última aparição.

Fonte: http://lourdes-150-aparicoes.blogspot.com/2010/02/todas-as-18-aparicoes-de-lourdes.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+Lourdes150AniversrioDasAparies+%28Lourdes+e+suas+apari%C3%A7%C3%B5es%29


Melodia do Salmo 145

fevereiro 10, 2011

AQUELA GOTA DE ORVALHO

fevereiro 10, 2011

 

 

 

 

 

 

 

 

Aquela gota de orvalho
Pe. Zezinho, scj

Era manhã. Acordei ouvindo o canto dos primeiros pássaros nos arvoredos ao redor. Janela aberta, pude ver uma gota de orvalho numa folha, colada ao parapeito. Tremeluzia, refletindo o raio-de-sol que se apresentava tímido.
Fiquei pensando comigo… Deus faz isso todos os dias. E fez mais uma vez. Fiz uma prece ao Criador e disse a mim mesmo: Desde que Deus criou e desde que formou as árvores, Ele as alimenta. Vão buscar seu alimento no fundo da terra, e buscam também a umidade do ar. Vão bebendo e se alimentando para depois me darem os frutos.

 
Quem criou os frutos? Quem quis a laranja? Quem quis a maçã? Quem quis a pêra? Quem lhes deu aquele gosto peculiar? Por que tanta diversidade? Com que finalidade? É porque havia seres que ele alimentaria.

 
Quem quis a melancia daquele tamanho? Quem quis a abóbora? Será por acaso que existem abóboras, melancias, mandiocas, laranjas, pêras, maçãs? Quem criou a terra sabia o que queria. Fez a terra girar para a direita e para a esquerda, para o lado, para cima, para baixo, para se banhar o suficiente do calor do Sol e para não ficar gelada por demais e, assim, produzir alimentos.

Quem fez a terra girar na exatidão em que gira, para ter essa temperatura? Quem fez o oceano balançar para frente e para trás com regularidade de milésimos de segundos? Quem fez todos os astros dançarem? Quem, aqui na terra criou o ciclo das águas? Quem criou esta folha e esta gota de orvalho, para que houvesse frutos?

Quem criou tudo isso é muito inteligente. Criou por causa de alguém, porque Deus não come. Eu sou esse alguém. Meu irmão idoso e enfermo, aquela criança arteira são esse alguém que Deus queria alimentar.

Então eu disse a mim mesmo: Deus me deu esta gota de orvalho! Louvado seja Deus que pensa em tudo e sabe porque faz o que faz! Não há nenhuma gota de orvalho que nasça por acaso e se forme por acaso. O objetivo é o alimento que nós homens comeremos. Louvado seja Deus que pensou em todos os detalhes! Deus nos ama!

http://www.padrezezinhoscj.com
Comentários para: online@paulinas.com.br

Extraído do site: http://www.paulinas.org.br/diafeliz/mensagem.aspx?Data=10/2/2011