PAPA BENTO XVI: O SALVADOR NOS ASSEGURA SUA PRESENÇA REAL ENTRE NÓS

Ângelus do Papa Bento XVI

O Salvador nos assegura sua
presença real entre nós.

22.04.2012 – Cidade do Vaticano: O Evangelho de São Lucas e o mistério da ressurreição estiveram no centro da mensagem do Regina Coeli, dirigida pelo Santo Padre aos fiéis presentes na Praça São Pedro, neste domingo.

Jesus ressuscitado que se apresenta aos discípulos, os quais, incrédulos e tomados pelo medo, pensam que estão vendo um fantasma, disse Bento XVI que, ao citar o filósofo italiano Romano Guardini, explicou as características dessa mudança: “O Senhor mudou. Não vive mais como antes. A sua existência não é compreensível. No entanto, é corpórea, inclui toda a sua vida, o destino percorrido, a sua paixão e morte. Tudo é realidade. Modificada, no entanto, mas sempre tangível realidade”.
Bento XVI descreveu ainda como Jesus convenceu os Apóstolos de que não era um fantasma, como eles haviam pensado.
Visto que a ressurreição não apaga os sinais da crucificação, Jesus mostra aos Apóstolos as mãos e os pés. E para convencê-los, pede até mesmo algo para comer. Assim os discípulos ofereceram uma porção de peixe assado; que Ele aceitou e comeu diante deles”.
Graças a estes sinais muito reais – prosseguiu o Papa – os discípulos superaram a dúvida inicial e se abriram ao dom da fé; e esta fé permite a eles entender as coisas escritas sobre Cristo “na lei de Moisés, nos Profetas e nos Salmos”.
Bento XVI ainda falou numa abertura, seguramente misteriosa, à percepção superior para que os Apóstolos pudessem ter uma compreensão daquilo que tinha acontecido e que estava além das razões humanas.
– Lemos que Jesus “abre a mente dos apóstolos para compreender as Escrituras e diz a eles: “Assim está escrito: o Cristo sofrerá e ressurgirá dos mortos no terceiro dia, e em seu nome serão predicados a todos os povos a conversão e o perdão dos pecados…Disto vocês são testemunhas”.
Superando qualquer dúvida da presença de Jesus Cristo entre nós, Bento XVI esclareceu como e quando Ele se faz presente.
O Salvador nos assegura de sua presença real entre nós, por meio da Palavra e da Eucaristia. Como, por isso, os discípulos de Emaús reconheceram Jesus ao dividir o pão, assim também nós encontramos o Senhor na Celebração eucarística.
Ao citar São Tomás d’Aquino, Papa disse que “é necessário reconhecer, de acordo com a fé católica, que o Cristo por inteiro está presente neste Sacramento…porquê nunca a divindade deixou o corpo que assumiu.
Por fim, lembrou de um momento muito importante na vida dos jovens e convidou os envolvidos a se dedicarem a esse Sacramento.
– Caros amigos, no tempo pascoal a Igreja, frequentemente, administra a Primeira Comunhão às crianças. Exorto, para tanto, os párocos, os pais e os catequistas a preparar bem esta festa da fé, com grande fervor mas também com sobriedade. “Este dia permanece na memória como o primeiro momento em que se percebe a importância do encontro pessoal com Jesus”.
Que a Mãe de Deus nos ajude a escutar com atenção a Palavra do Senhor e a participar dignamente do Sacrifício Eucarístico, para que nos transformemos em testemunhas da nova humanidade.

Fonte: Rádio Vaticano.

Extraído do site: http://www.derradeirasgracas.com/3.%20Papa%20Bento%20XVI/Ângelus%20do%20Papa%20Bento%20XVI%2022.04.2012%20.htm

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: