FELIZ É VOCÊ QUE ESPERA EM DEUS

janeiro 31, 2013

Imagem de Destaque

Feliz é você que espera em Deus

Tenha fé e tenha coragem!

O que você vem esperando de Deus há muito tempo? O Senhor reservou graças maravilhosas para todos nós. Feliz é você que espera em Deus, porque o Senhor está contigo! Nós estamos diante de um Deus grandioso e em Jesus podemos receber coisas grandiosas.

A Palavra de Deus nos mostra o que alcança um coração confiante: “E, partindo Jesus dali, foi para as partes de Tiro e de Sidom. E eis que uma mulher cananéia, que saíra daquelas cercanias, clamou, dizendo: Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de mim, que minha filha está miseravelmente endemoninhada. Mas ele não lhe respondeu palavra. E os seus discípulos, chegando ao pé dele, rogaram-lhe, dizendo: Despede-a, que vem gritando atrás de nós. E ele, respondendo, disse: Eu não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel. Então chegou ela, e adorou-o, dizendo: Senhor, socorre-me! Ele, porém, respondendo, disse: Não é bom pegar no pão dos filhos e deitá-lo aos cachorrinhos. E ela disse: Sim, Senhor, mas também os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus senhores. Então respondeu Jesus, e disse-lhe: O mulher, grande é a tua fé! Seja isso feito para contigo como tu desejas. E desde aquela hora a sua filha ficou sã” (Mateus 15,21-28).

Essa mulher tinha tudo para não ficar curada, pois a promessa era feita para Israel, e ela não era desse país, mas sim da Cananeia, conhecida por ser uma cidade de prostituição, de adoradores de vários deuses e matadores de crianças, pois as ofereciam para morrer em sacrifício aos deuses. Mas essa mulher reconhece que Jesus é o Senhor. Ela tinha a esperança de que, quando se colocasse na presença d’Ele, as coisas mudariam. Você tem essa esperança?

Coloque-se diante de Jesus revestido de esperança. Quantas pessoas vão se revestir de roupas novas! No entanto, não adianta revestir o corpo se a alma não estiver revestida [pelo Senhor]. É preciso trazer, diante de Deus, aquilo que o angustia, assim como essa mulher fez.

Quando colocamos o nosso coração em Deus, mesmo sem merecermos a graça, nós a alcançamos. Mas enquanto a esperamos, precisamos louvar ao Senhor, pois precisamos ter corações gratos e esperançosos.

O semeador não pode parar de semear, porque está cansado ou decepcionado. Assim somos nós; precisamos semear com lágrimas a nossa verdade, plantá-la no coração de Deus. Enquanto rezamos, semeamos.

E Jesus falou para aquela mulher: “Eu não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel”. Mas ela insistiu e disse que o impossível para nós é migalha para Deus.

Quando nos colocamos em oração, precisamos ter uma fé firme, mesmo correndo o risco do ridículo. Veja o que essa mulher ouviu de Jesus: “Não é bom pegar no pão dos filhos e deitá-lo aos cachorrinhos”. O Senhor estava com pessoas a Sua volta, mas a mulher, mesmo assim, expôs-se e colocou a confiança diante do único que poderia salvar sua filha. Tenha você também uma fé viva e firme! Tenha uma vontade decidida de saber o que você quer diante de Deus. Tenha fé. Decida-se e, mesmo ouvindo de Jesus o que essa mulher ouviu, tenha firmeza, porque será feito de acordo com a sua fé.

Se estiver na angústia ou na alegria, apegue-se ao Senhor, espere e firme-se na fé. Não desista na demora, pois Deus vai lhe conceder a graça de que precisa no momento certo. Seja fiel a Deus, apegue-se a Jesus e saiba que Ele o ouve.

Espere no Senhor, peça e não desista! Não tenha medo de se decepcionar, só consegue o seu objetivo quem acredita e espera. Não se desespere, porque quando você está desesperado você fica amarrado. A fé é a vacina contra a desesperança, o remédio que você precisa para o seu coração.

Quando sabemos que algo vai acontecer de bom, três dias antes já nos alegramos. Se você sabe que Deus vai atendê-lo, você precisa se alegrar.

Tenha fé e coragem! Enquanto você espera, louve a Deus.

Olhe para 2012, veja as dificuldades, veja o quanto o Senhor livrou você do mal. O quanto Ele fez em sua vida.

“O Senhor é a minha luz e a minha salvação. A quem temerei? O Senhor é a força da minha vida; de quem me recearei?” (Salmo 27)

Não tenha medo de lutar por aquilo em que você acredita! Quem luta vence, quem luta com Deus é invencível! O ano de 2011 é para lutar e vencer para a vida eterna.

A alegria jorra de um coração que confia no Pai. Deus socorre quem confia n’Ele. Quando confiamos em Deus, somos curados.

Foto Márcio Mendes
marciomendes@cancaonova.com
Missioná¡rio da Comunidade Canção Nova, formado em teologia, autor dos livros “Quando só Deus é a resposta” e “Vencendo aflições, alcançando milagres”.29/01/2013

Fonte: http://www.cancaonova.com/portal/canais/formacao/internas.php?e=13067


EVAN LEMOINE: UM CORPO PARA AMAR

janeiro 31, 2013

MOTIVOS PARA NÃO PERDER A ESPERANÇA

janeiro 29, 2013

Imagem de Destaque

Motivos para não perder a esperança

10 passos para construir o Céu na Terra
Sempre desejamos que nossa vida seja um oásis de paz e harmonia. Porém, quando buscamos em nós mesmos estes sentimentos, ficamos confusos e, por vezes, acabamos nos desanimando. Descobrimos em nossa fragilidade que estamos longe do ideal que sonhamos. Contudo, é necessário nunca perdemos a esperança. O céu que buscamos começa a ser construído dentro de cada um de nós, no hoje da história.Em nossa caminhada rumo ao céu que sonhamos, alguns passos são fundamentais:

1 – Respeitar o diferente
Nem sempre é fácil conviver com quem pensa diferente de nós. O respeito para com o outro nasce a partir do momento em que o reconhecemos não como um inimigo, mas como um ser humano limitado, necessitado de nossa ajuda e compreensão. Assim como ele, ainda estamos em processo de construção. Deus ainda não nos terminou.

2 – Evitar o julgamento
Todo o julgamento sempre nos conduz a graves desentendimentos. Jesus nunca julgou o outro, pelo contrário, sempre olhava para cada pessoa a partir das possibilidades que o ser humano carregava no seu coração. Quando julgamos o próximo, experimentamos, em nós mesmos, a consciência de que também não somos perfeitos.

3 – Reconciliar-se com o tempo
Queremos tudo para hoje e não damos ao tempo o período necessário para o amadurecimento interior de nossos sentimentos. Muitas pessoas têm se sufocado e sufocado outros com sua pressa e ansiedade. Quem colhe frutos verdes experimenta em si mesmo o amargo das antecipações.

4 – Reflexão interior
Cada gesto, atitude, palavra, olhar e decisão trazem em si as suas próprias consequências. Nossas escolhas sempre terão alguma consequência em nossa vida. Diante da vida e de seus desdobramentos, uma pergunta é sempre essencial: Qual lição eu aprendi com este acontecimento na minha vida? A cada lição aprendida, o tesouro da nossa sabedoria irá se enriquecendo com as pérolas do aprendizado.

5 – Viver em comunidade
Em tempos de comunidades virtuais, a vida real clama pela nossa presença. Nada pode substituir um abraço, um sorriso, um olhar carinhoso e terno. A vida em comunidade nos torna irmãos e irmãs. Quem se isola foge de si mesmo e dos outros.
6 – Ser solidário
A solidariedade é o amor ao próximo manifestado em gestos concretos. Nossos gestos solidários ganham inspiração cristã quando reconhecemos, em quem precisa de nossa ajuda, o próprio Cristo.

7 – Cultivar uma vida espiritual
A alma se alimenta daquilo que a ela oferecemos. Só iremos crescer interiormente quando alimentarmos nosso coração de uma espiritualidade madura e cristã, que reconheça a Cristo Ressuscitado como base de nossa fé.

8 – Alimentar-se da Palavra de Deus
Se o alimento é necessário à saúde biológica do nosso corpo, a Palavra de Deus é alimento seguro para a saúde de nossa vida interior. Quem busca, na Palavra de Deus, a luz para guiar seus passos terá seu caminho iluminado pelo amor do Pai.

9 – Ser amigo do silêncio
Tão importante quanto a fala é o silêncio. Se com ela ocorre a comunicação verbal, com o silêncio do nosso coração ocorre a comunicação espiritual. Coração silencioso é abrigo para as respostas de Deus à nossa vida.

10 – Vida de Oração
Quando descobrimos a Deus como um amigo, jamais podemos ficar um dia sem falar com Ele. Na oração fazemos a descoberta de uma amizade em que o filho se abandona totalmente nas mãos do Pai que o ama infinitamente. Se a oração é dialogo, a conversa que nasce desta relação entre nós e Deus se chama amor.

Padre Flávio Sobreiro

Bacharel em Filosofia pela PUCCAMP. Teólogo pela Faculdade Católica de Pouso Alegre – MG. Vigário Paroquial da Paróquia Nossa Senhora do Carmo (Cambuí-MG). Padre da Arquidiocese de Pouso Alegre – MG.
www.facebook.com/peflaviosobreirohttp://www.flaviosobreiro.com

29/01/2012

Fonte: http://www.cancaonova.com/portal/canais/formacao/internas.php?e=12841


PADRE LÉO: LIBERTOS POR JESUS

janeiro 28, 2013

PAPA BENTO XVI: O ESPÍRITO DO SENHOR DEUS REPOUSA SOBRE MIM

janeiro 28, 2013

Angelus do Papa Bento XVI

Espírito do Senhor Deus
repousa sobre mim.

27.01.2013 – Cidade do Vaticano: Milhares de fiéis e peregrinos comparecerem neste domingo à Praça São Pedro para a tradicional Oração Mariana do Angelus. A presença de milhares de jovens da Ação Católica Romana, na sua anual Marcha pela Paz, conferiu à cerimônia um particular colorido e uma diversidade de sons.

Queridos irmãos e irmãs!

A liturgia de hoje nos apresenta, unidas, duas partes distintas do Evangelho de Lucas. A primeira (1, 1-4) é o prólogo, endereçado a um certo “Teófilo”; porque este nome em grego significa “amigo de Deus”, podemos ver nele cada crente que se abre a Deus e quer conhecer o Evangelho.

A segunda parte (4, 14-21), por sua vez, apresenta-nos Jesus que “com o poder do Espírito” ia aos sábados à sinagoga de Nazaré. Como bom observador, o Senhor não escapa ao ritmo litúrgico semanal e se une à assembléia de seus compatriotas na oração e na escuta das Escrituras. O rito prevê a leitura de um texto de Torá ou dos Profetas, seguida de um comentário.

Naquele dia Jesus levantou-se para ler e encontrou uma passagem do profeta Isaías que inicia assim: “o Espírito do Senhor Deus repousa sobre mim, / porque o Senhor consagrou-me pela unção; / enviou-me a levar a boa nova aos humildes” (61, 1-2). Comenta Orígenes:“Não é por acaso que ele abriu o pergaminho e encontrou o capítulo da leitura que profetiza sobre ele, mas também isto foi obra da providência de Deus” (Homilia sobre o Evangelho de Lucas, 32, 3). Jesus, de fato, terminada a leitura, em um silêncio cheio de atenção, disse: “Hoje se cumpriu esta passagem da Escritura que acabastes de ouvir”(Lc 4, 21).

São Cirilo de Alexandria afirma que o “hoje”, localizado entre a primeira e a última vinda de Cristo, está ligado à capacidade do crente de escutar e arrepender-se (cfr PG 69, 1241). Mas em sentido ainda mais radical, é o próprio Jesus o “hoje” da salvação na história, porque completa a plenitude da redenção. O termo “hoje”, muito querido por São Lucas (cfr 19,9; 23,43), relata-nos o título cristológico preferido pelo próprio Evangelista, aquele de salvador (sōtēr). Já nos relatos da infância, esse está presente nas palavras do anjo aos pastores:“Hoje, na cidade de Davi, nasceu para vós um Salvador, Cristo Senhor” (Lc 2,11).
Queridos amigos, esta canção desafia “hoje” também nós. Antes de tudo nos faz pensar no nosso modo de viver o domingo: dia de repouso e da família, mas antes ainda dia de dedicar ao Senhor, participando da Eucaristia, na qual nos alimentamos do Corpo e Sangue de Cristo e da sua Palavra de vida. Em segundo lugar, no nosso tempo disperso e distraído, este Evangelho nos convida a perguntar-nos sobre nossa capacidade de escuta.

Antes de poder falar de Deus e com Deus, é preciso escutá-Lo, e a liturgia da Igreja é a “escola” desta escuta do Senhor que nos fala. Enfim, nos diz que cada momento pode se transformar em um “hoje” propício para a nossa conversão. Cada dia (kathēmeran) pode se transformar no hoje salvífico, porque a salvação é história que continua para a Igreja e para cada um dos discípulos de Cristo. Este é o sentido cristão do “carpe diem”: aproveite o hoje em que Deus te chama para doar-te a salvação!
A Virgem Maria seja sempre o nosso modelo e a nossa guia no saber reconhecer e acolher, a cada dia da nossa vida, a presença de Deus, Salvador nosso e de toda a humanidade.

Fonte: Boletim da Sala de Imprensa da Santa Sé.

Extraído do site: http://www.derradeirasgracas.com/3.%20Papa%20Bento%20XVI/Angelus%20do%20Papa%20Bento%20XVI%20-%20Esp%C3%ADrito%20do%20Senhor%20Deus%20repousa%20sobre%20mim.%20.htm


janeiro 28, 2013

msmd


ELIANA RIBEIRO: SONDA-ME

janeiro 27, 2013