QUERO ME ENCONTRAR

QUERO ME ENCONTRAR

Shutterstock

Quando pensamos nas nossas vidas, percebemos que às vezes somos diferentes dos nossos avôs, pais, tios e etc. A internet para muitos deles é uma coisa do outro mundo, eles não escutam as mesmas músicas, não usam fones de ouvido. Como assim? Por isso dizemos que estamos numa mudança de época ou numa época de mudanças, às vezes muito rápidas para eles acompanharem. Mas sabe o quê, para nós também não é uma tarefa fácil. Nós vivemos estas mudanças de outra maneira, por exemplo: quando não sabemos o que devemos fazer com a nossa vida ou o que estudar, com quem devo relacionar-me. E a idade vai passando e algumas coisas não se resolvem, nossos amigos começam as suas vidas e nós parecemos que ficamos para trás. Tudo isso gera inseguranças e frustrações que são difíceis de aceitar e conviver.

LEIA MAISQuero fazer um aborto“Não acredito em Deus”Não acredito no AmorPor que muitas crianças não sabem mais rezar?Os adultos de hojeEscutando um pouco a nossa Mãe Igreja, na Gaudium et Spes número 22 temos uma frase muito importante que pode nos iluminar: “Na realidade o mistério do homem só se torna claro verdadeiramente no mistério do Verbo encarnado.” Ou seja, quando Cristo diz: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida (Jo 14,6)”, Ele fala literalmente do que precisamos para realmente sabermos quem somos. Então a primeira coisa que devemos fazer para nos encontrarmos é deixar que Cristo faça a Sua obra em nós. Para sermos verdadeiros cristãos, com uma vida de oração e de caridade com os demais.

Segundo, devemos deixar que o Espírito Santo nos guie; isso não quer dizer vamos fazer qualquer coisa ou experimentar de tudo. Não, pelo contrário, isso requer virtudes, começando pela caridade, pela prudência, pelo serviço. Nisso vamos nos conhecendo, vamos acolhendo os conselhos dos demais; vamos aprendendo que existe uma série de coisas que devemos mudar. E isto exige muita coragem, muita confiança em Deus, perseverança. Viu como o caminho de Cristo é um caminho aonde vou me encontrando, encontrando quem realmente sou, aquilo que é bom e aquilo que é ruim? E no meio disso as perguntas começam a encontrar suas respostas.

Shutterstock

Começo a descobrir que gosto mais disso do que daquilo; começo a perceber minhas capacidades e também minhas dificuldades; escuto muitos elogios e muitas críticas; faço amizades e percebo que outras não são tão boas para mim; aparecem situações que me desafiam e que não sei como resolver, e tenho que superá-las. Neste sentido o Papa emérito Bento XVI tem uma palavra de alento: “Assim, eu gostaria com grande força e convicção, partindo da experiência de uma longa vida pessoal, de vos dizer hoje, queridos jovens: não tenhais medo de Cristo! Ele não tira nada, ele dá tudo. Quem se doa por Ele, recebe o cêntuplo. Sim, abri de par em par as portas a Cristo e encontrareis a vida verdadeira”. Esta é dinâmica da vida Cristã, que vai nos oferecendo os elementos de que precisamos para responder às perguntas mais intensas da nossa vida.

Nesse caminho também é importante o conselho de um bom confessor, amizades de pessoas mais experientes na fé, que nos ajudem a perceber se estamos fazendo o que devemos fazer, ou seja: o dom da Igreja é uma ajuda que Deus nos concede nessa peregrinação rumo à casa do Pai. Aprendermos a acolher com sabedoria estas moções que Deus nos concede, estes conselhos, estas informações que vamos coletando sobre quem somos e sobre o que Deus espera de nós. Chegaremos assim, às respostas de que precisamos, mas lembre-se, não necessariamente encontraremos todas as respostas. Só aquelas que Deus quiser responder, somente aquelas que forem necessárias, e quando forem necessárias. Por isso devemos crescer na nossa fé e amar como Jesus amou, perseverando no caminho da santidade, como filhos de Maria.

Fábio Santos Araújo, membro do Sodalício de Vida Cristã

Fonte: http://www.a12.com/redacaoa12/espiritualidade/quero-me-encontrar

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: