NASCIMENTO DE JESUS CRISTO: Viva a celebração do Natal com alegria e em família

dezembro 10, 2017

 

Viva a celebração do Natal com alegria e em família
Foto Ilustrativa: FatCamera / by Getty Images
Viva a noite de Natal

 

Nesse Natal deixe que, a luz do Menino Jesus, resplandeça no seu coração

No Natal, festejamos o nascimento de Jesus Cristo, o dom que o Pai nos faz. Quanto bem, Deus Pai, faz para seus filhos e suas filhas! Tudo, e o melhor de tudo, Ele dá a nós, como se nada reservasse para si mesmo. Deus abre o seu coração, seu tesouro e seu segredo. Deus se aproxima de nós, de cada um de nós para nos amar, cuidar de nós, dar-se a nós e nos salvar. Mais: Ele oferece a Sua própria vida para ser nossa vida. Fomos criados para viver vida divina. Pelo próprio Deus, fomos feitos para abrigar em nosso viver o Filho, que no Natal nasce. Ele é a nossa vida, à saciedade. É a festa que o Céu nos dá. O que cabe a nós? A nós cabe abraçar essa vida e vivê-la. Cabe a nós deixar o Filho, que nos é dado, viver em nós, para nós e por nós.

O Natal é o acontecimento central de nossa história, pois o Verbo de Deus assume a carne humana. Agradeçamos, pois, ao Altíssimo pelo dom do seu Filho, “nascido por nós à beira do caminho e deitado numa manjedoura”. Nele, nós somos chamados a sermos filhos, a sermos abençoados com toda a bênção, escolhidos para ser santos. Alegremo-nos e exultemos, bendigamos ao Pai que tanto amou a humanidade a ponto de, na plenitude dos tempos, enviar-lhe o próprio Filho que, “no seio da santa e gloriosa Virgem Maria, recebeu carne da nossa humanidade e fragilidade”.

No Natal, a noite fica clara como o dia. Nessa noite, somos chamados a cantar a simplicidade, louvar a pobreza e recomendar a humildade, e a celebrar a gratuidade divina, manifestada no Primogênito de todas as criaturas. Compreendemos que tudo vem de Deus e tudo a Ele deve retornar. Deus vem a nós para nos libertar de toda forma de escravidão, sem nada exigir, sem impor condições. Tudo fez por amor, para restaurar em nós a identidade original de filhos e filhas de Deus. Assim, livres, expropriados e interiormente pacificados, já não vemos a criação como objeto de conquista para saciar nossa ambição de poder, prazer, aparecer e ter. Seremos novamente capazes de vê-la como manifestação da gratuidade de Deus. Aqui começa a civilização do amor, vivida como fraternidade universal. E qual será nossa resposta? Nossa resposta é dar o que somos e o que recebemos como dom: misericórdia, amor, alegria, paz.

A encarnação de Jesus Cristo, não só torna possível a plena comunhão com o Pai, mas também nos envolve na missão confiada ao Filho. Quem foi atingido pela beleza do amor encarnado, essas pessoa não pode viver sem difundi-lo. Não existe mais vocação, sem missão. Somos chamados a ficar com Jesus para, com Ele construir a civilização do amor, a fraternidade universal; para encher a terra com o Evangelho de Cristo. O convite é abraçar e acolher, com todo o nosso ser, a Palavra, e fazer da missão a razão de ser de nosso existir: sejamos para os outros o que Jesus Cristo veio ser para nós.

A tarefa – de nós cristãos – não consiste em acumular riquezas para resolver os problemas das pessoas. Nossa tarefa consiste, sobretudo, em estar com as pessoas, e estar ali com simplicidade e humildade. Nossa missão não consiste tanto em falar de Jesus ou em transmitir alguma doutrina menos ou mais inspirada, mas em testemunhar a própria vida de Jesus, refletida como num espelho e tornada sensível em nossa vida.
Feliz nascimento de Cristo na sua vida e na sua família. Feliz Natal 2017!

Fonte: https://formacao.cancaonova.com/liturgia/tempo-liturgico/natal/viva-a-celebracao-do-natal-com-alegria-e-em-familia/

 

Anúncios

SOPRA EM NÓS – IRMÃS CARMELITAS MENSAGEIRAS DO ESPÍRITO SANTO

dezembro 10, 2017


ANDERSON REIS: A ALEGRIA DO PERDÃO!

setembro 2, 2016


MÁRCIO MENDES: QUEM VOCÊ PRECISA PERDOAR HOJE?

setembro 2, 2016

perdão

MÁRCIO MENDES: QUEM VOCÊ PRECISA PERDOAR HOJE?

A Palavra meditada está em Eclesiástico 28,1-9:

“Quem quer vingar-se encontrará a vingança do Senhor, que pedirá severas contas dos seus pecados. Perdoa ao próximo que te prejudicou: assim, quando orares, teus pecados serão perdoados. Um ser humano guarda raiva contra outro: como poderá pedir a Deus a cura? Se não tem compaixão do seu semelhante, como poderá pedir perdão dos seus pecados? Se ele, que é um mortal, guarda rancor, * { como é que pede perdão a Deus? } quem é que vai interceder pelos seus pecados? Lembra-te do teu fim e deixa de odiar; pensa na destruição e na morte, e persevera nos mandamentos. Pensa nos mandamentos e não guardes rancor do teu próximo. Pensa na aliança do Altíssimo e não leves em conta a falta alheia.”

Hoje, Deus quer nos mostrar que, quando uma pessoa coloca a vingança como um propósito da sua vida, ela abandona a misericórdia do Pai e se coloca diante da justiça. Que justiça é essa? Quando julgamos alguém, colocamo-nos em comparação, pois se ela não presta para nós, significa que nós prestamos, e por isso Deus nos avaliará de forma justa, analisando todos os nossos pecados.

A Palavra diz: “Quem quer se vingar encontrará a vingança do Senhor, que pedirá severas contas dos seus pecados, ou seja, você abre mão de receber a compaixão do Senhor para pagar com justiça seus pecados. Isso não significa que Deus o castigará com doenças ou usará de seus filhos para puni-lo, mas Ele fará justiça. Se você exigir que a pessoa pague por aquilo que fez a você, Deus também exigirá que você pague pelos pecados que cometeu, da mesma forma que aquele que tem misericórdia e perdoa será perdoado.

Quando optamos por viver uma vida onde falta perdão, isso acaba impedindo diversas curas em nossas vidas, pois quando você não exerce o perdão, está se colocando em estado de enfermidade, sempre doente, pois o não perdoar nos enfraquece a ponto de causar não só doenças emocionais e espirituais, mas até mesmo doenças físicas.

Se um ser humano guarda raiva contra outro, como poderá pedir a Deus a cura?

Todos nós somos falhos, pecadores, mas sabemos que o correto é buscarmos a Deus e, de forma sincera, pedir Seu perdão, encontrarmos coragem de ir diante do Pai e nos reconhecermos como pecadores. Então, por que não usar dessa mesma coragem para perdoar aqueles que nos fizeram algum mal? É preciso ter coragem para perdoar assim como temos para pedir perdão, levando ao outro a misericórdia que o próprio Senhor tem para conosco.

Quem hoje necessita do seu perdão? Em vários momentos da nossa vida, seja na fase adulta ou quando ainda somos crianças, vivemos situações nas quais nos magoamos, sentimo-nos mal, mas isso não pode habitar para sempre dentro de nós, isso vai se tornando um peso para nossa vida. Mas se, em algum momento, você se abrir ao perdão, encontrará uma cura concreta e verdadeira para o seu coração, pois perdoar é sinal de libertação, faz com que sua vida ganhe sentido novamente.

Assim como Deus perdoa os outros, Ele também quer perdoá-lo, mas Ele não pode agir com misericórdia em sua vida, se você não tem um coração aberto. Lembre-se que, um dia, você estará diante de Deus e prestará contas de sua vida e de seus pecados. Lembre-se de sua aliança com Ele, passe por cima do erro do outro assim como o Senhor lhe pede.

Em muitos momentos de nossa vida, julgamos as pessoas, chegamos ao ponto de rotulá-las, seja de forma positiva ou negativa; e isso é um pecado muito grave, pois quando julgamos alguém, não conhecemos os motivos dela para ser assim, não sabemos de sua vida ou dos problemas que enfrenta, e acabamos esquecendo que o natural do ser humano é a mudança. Rotular alguém é não acreditar em sua mudança, e não acreditar na mudança é não acreditar em Cristo e na ação do Espírito Santo, que faz homens e mulheres novas, por isso devemos acreditar na mudança, não no nosso tempo, mas no tempo de Deus.

Encerro dizendo a você que quem quer curar suas feridas do passado, libertar-se e progredir não pode perder tempo culpando os outros. Existe uma palavra muito usada nos dias de hoje, chamada proatividade, é quando uma pessoa ignora as pessoas ao seu redor, mas tem seu foco em encontrar soluções para os problemas; e o Senhor nos pede para sermos proativos, parando de olhar os defeitos do outro e os perdoando, pois quando perdoamos, todos saem ganhando: eu, você, o outro e Deus.

Márcio Mendes
Missionário da Comunidade Canção Nova
http://www.cancaonova.com

Fonte: http://www.catequisar.com.br/texto/materia/fe2/0884.htm


FREI JOSUÉ: É PRECISO AFASTAR-SE DO PECADO

julho 25, 2016

Materia---P---269x329

FREI JOSUÉ: É PRECISO AFASTAR-SE DO PECADO

Queridos irmãos, hoje estamos terminando a 16ª da semana do Tempo Comum e o Senhor está nos dando um alerta. Quem ama não só cuida, mas alerta, respeitando a liberdade do outro, mas sempre chama a atenção de quem ama. O amor faz com que a gente veja não só a situação do agora, mas a situação lá na frente.

Talvez seu filho, esposa, esposo só veja o aqui e o agora, mas o amor te dá uma visão do futuro, da eternidade, e é assim que Deus faz conosco. Na leitura de hoje, vemos Deus que nos alerta através do profeta Jeremias. Jeremias hoje é a Canção Nova, que entra na sua casa por meio do Sistema de Comunicação, para dizer que é maravilhoso ouvir a palavra de Deus. “Quão amável é a casa do Senhor”, vai dizer o salmista.

Nos lugares onde percebemos a presença de Deus, tem passarinhos, a natureza se mostra bela nestes lugares. É como o lema: ser Canção Nova é bom demais, pois aqui a natureza e pássaros gostam de morar. Porém, o Senhor está nos dizendo que não basta estarmos aqui na casa de Deus. Ele nos chama a algo a mais, Ele nos chama a sermos a casa de Deus.

Quando Deus nos chama para a Sua Igreja e para sermos a Sua casa, isso é uma honra. Deus quer habitar em nosso coração, em nosso interior. Nós somos templos do Senhor. Porém, a graça de Deus só habitará em nós quando não vivermos mais em pecado. Claro, que todos somos pecadores, porém existem pecados e pecados. Existem os pecados que são mortais e graves e só são perdoados com a Confissão. Estes rompem a nossa amizade com Deus, rompem a vida na graça de Deus. Não pense que Jesus vai habitar no seu coração, se você estiver em pecado mortal.

Diz São Paulo que quem comunga em pecado mortal, comunga a sua própria condenação. Deus nos ama e fará de tudo para nos salvar, mas Ele não pode habitar num coração sujo de pecado. Não podemos profanar aquilo que é mais sagrado.

Porém, é preciso também ir se libertando dos pecados veniais. Eles não rompem a amizade com Deus, mas são porta de entrada para o pecado mortal. É necessário lutarmos diariamente para nos tornarmos um templo sagrado e purificado. Quem aqui é batizado? Você é um santuário. Jesus derramou todo o Seu sangue para nos lavar de todos os nossos pecados. Temos dentro de nós um conflito, uma ambiguidade. A graça de Deus, que quer nos libertar e nos fazer felizes, e o pecado que cometemos, que nos afasta de Deus e nos faz infelizes. É um combate interior.

O demônio sabe que a única forma dele sujar o templo de Deus, que somos nós, é através do pecado. Muitos de nós temos medo de possessão, mas o demônio nem se importa tanto com as pessoas possessas. Se a pessoa está possessa, o demônio já fez o estrago. Porém, mas Ele quer deixar mais e mais pessoas mergulhadas no pecado, que conscientes, escolhem livremente pecar contra Deus.

O demônio zomba de nós, porque ele sabe que, se não procurarmos a graça de Deus, nós vamos nos perdendo cada vez mais. Peça hoje a misericórdia de Deus, somente o Senhor pode mudar o seu coração. Peça agora a graça de Deus sobre a sua vida. É preciso que o Pai te atraia como um imã e você que deseja essa atração, diga: “Pai coloca uma atração irresistível por Jesus, pela graça de Deus, por tudo que é puro, santo e verdadeiro”.

Como é bom meus irmãos quando começamos a sentir um amor por Deus. Tem jovens que ficam pensando loucamente para sair a noite e cair no pecado. Peçamos ao Senhor a graça de vivermos uma vida autêntica, não uma vida superficial, feita somente pelo prazer de um final de semana. São as pessoas que só falam de sexo irresponsável, do prazer pelo prazer e de outras coisas pecaminosas.

Você quer se encontrar com Jesus? Então se lembre da Eucaristia, dos pobres e necessitados. Meus irmãos, somos preciosos e precisamos entender isso. Apesar do joio e do trigo habitar em nós, precisamos estar de olho para não nos perdermos. Deus nos ajudará!

Transcrição e adaptação: Fernanda Soares

Adquira essa pregação pelo telefone (12) 3186-2600

Fontte: http://eventos.cancaonova.com/pregacoes/e-preciso-se-afastar-do-pecado/


Maria, mulher Eucarística – Anderson Reis

julho 25, 2016


O DIVÓRCIO COMEÇA NO CORAÇÃO

junho 22, 2015

divórcio

O DIVÓRCIO COMEÇA NO CORAÇÃO

Raiz do divórcio  está na ‘dureza do coração’ e brigas por pequenas coisas

As relações conjugais estão em crise, pois cada pessoa quer a sua própria felicidade, e os casais, hoje, estão se divorciando por qualquer motivo.

A raiz do divórcio é a “dureza de coração”. Mas hoje Jesus quer falar para as famílias que o divórcio acontece, primeiramente, nos corações dos casais, para depois ir para o papel.

Vou contar-lhes uma história que ouvi, cujo autor é desconhecido:

O homem por detrás do balcão, olhava a rua de forma distraída, enquanto uma garotinha se aproximava da loja, ela amassou o narizinho contra o vidro da vitrina. Os seus olhos da cor do céu, brilharam quando viu determinado objeto. Ela entrou na loja e pediu para ver o colar de turquesas azuis.

– É para minha irmã. Você pode fazer um pacote bem bonito?

O dono da loja olhou desconfiado para a garotinha e lhe perguntou:

– Quanto dinheiro você tem?

Sem hesitar, ela tirou do bolso da saia um lenço todo amarradinho e foi desfazendo os nós. Colocou-o sobre o balcão, e feliz disse:

– Isto dá, não dá? (Eram apenas algumas moedas que ela exibia orgulhosa.)
– Sabe, continuou, eu quero dar este presente para minha irmã mais velha. Desde que morreu nossa mãe, ela cuida da gente e não tem tempo para ela. Hoje é aniversário dela e tenho certeza que ela ficará feliz com o colar que é da cor dos olhos dela.

– O homem foi para o interior da loja. Colocou o colar em um estojo, embrulhou com um vistoso papel vermelho e fez um laço caprichado com uma fita verde.

– Tome! Disse para a garota. Leve com cuidado.

Ela saiu feliz saltitando pela rua abaixo. Ainda não acabara o dia, quando uma linda jovem de cabelos loiros e maravilhosos olhos azuis adentrou a loja. Colocou sobre o balcão o já conhecido embrulho desfeito e indagou:

– Este colar foi comprado aqui?

– Sim senhora.

– E quanto custou?

– Ah! Falou o dono da loja. O preço de qualquer produto da minha loja é sempre um assunto confidencial entre o vendedor e o freguês.

– A moça continuou: – Mas minha irmã somente tinha algumas moedas. E esse colar é verdadeiro, não é? Ela não teria dinheiro para pagar por ele.

O homem tomou o estojo, refez o embrulho com extremo carinho, colocou a fita e o devolveu à jovem.

– Ela pagou o preço mais alto que qualquer pessoa pode pagar. Ela deu tudo que tinha!

O silêncio encheu a pequena loja, e lágrimas rolaram pela face da jovem, enquanto suas mãos tomavam o embrulho. Ela retornava ao lar emocionada…

Você é capaz de tudo pela sua família? Você precisa dar tudo o que tem por ela. Para que você se casou? Por que você está noivo? O que o motiva a se unir a esta mulher ou a este homem?

Esposa, procure tempo para olhar dentro do olho do seu esposo e dizer que o ama. Isso não é coisa de casal “novinho”; isso é característica de família. Espero que ninguém “morra” em sua casa. Espero que você não durma do lado de um cadáver.

Se as coisas estão mal para sua família, opte por andar pelo verdadeiro caminho que é Jesus. Ele grita ao nosso coração: “Sua família é boa, o seu casamento é bom”. Deus acredita na sua família, Deus acredita em você, na sua história. Deixe de ser tonto! Ande pela estrada certa e não se esqueça de que o caminho é Jesus; se você quiser que sua família seja feliz, entregue-a para Ele.

Casais, quebrem a dureza do coração, amem, porque ainda há tempo! Amem seus filhos enquanto há tempo, porque eles vão crescer. Esse é o momento certo, tempo de dar atenção a eles. Quebrem a dureza de coração! Peço-lhes hoje: voltem para suas casas sem medo, o caminho é Jesus.

Há solução para sua família, e ela começa em seu coração. Não se desvie o caminho, pois, você e sua casa são do Senhor”.

Texto produzido a partir da pregação em Jan.2006

Fonte: http://formacao.cancaonova.com/familia/divorcio/o-divorcio-comeca-no-coracao/