PADRE CHRYSTIAN SHANKAR: 15 COISAS QUE VOCÊ DEVERIA ABANDONAR PARA SER FELIZ!

janeiro 5, 2015


SUPERSTIÇAO: QUANTO ELA INFLUENCIA SUA VIDA?

janeiro 5, 2015

A história da humanidade está repleta de relatos relacionados à superstição

Medo de gato preto, receio de passar debaixo de escadas, colocar a imagem de Santo Antônio de ponta-cabeça no copo d’’água dentre tantos outros costumes são histórias que permeiam a vida de todos nós. As superstições são tão antigas quanto a humanidade, estão presentes na história e associadas a rituais pagãos em que as pessoas louvavam a natureza.

supersticao

Quem nunca ouviu falar de uma delas, não é mesmo? Há séculos, convivemos com esses costumes, muitas vezes, sem saber como nasceram. Algumas dessas práticas são tão presentes em nosso cotidiano que as multiplicamos automaticamente em nossas vidas. Há relatos de que a roupa branca utilizada, por muitos, no Réveillon, é influência de tribos africanas que vieram para o Brasil no período da escravidão, cor que traduziria paz e purificação. Bater na madeira é um hábito milenar dos pagãos, por acreditarem que as árvores seriam morada dos deuses. Eles batiam na madeira como forma de espantar os maus espíritos, chamando o poder das divindades.

O termo “superstição” vem do latim “superstitio”, origina-se no que acreditamos a partir do conhecimento popular, trata-se de uma crendice sem base na razão ou conhecimento ou ainda algo muito relacionado ao comportamento supersticioso e mágico, ligado à maior ou menor “sorte” em determinada situação.

Desde a Antiguidade, os povos eram cheios de crenças ligadas a aspectos mágicos, identificando situações que dariam ou não sorte àqueles que seguissem determinadas práticas. Muitas superstições nascem de hábitos do passado que fazem sentido, mas cuja razão se perdeu ao longo do tempo, multiplicando uma situação inexistente, que, muitas vezes, vem de modo fácil e tranquilo. Usar a roupa da sorte, a bebida especial, a planta de tal tipo.

A superstição responde à nossa necessidade de segurança, conforme afirmação de Kloetzel. “Não é simples coincidência que, justamente o campo da saúde e da doença, em que nosso desamparo se torna mais evidente, esteja mais ‘minado’ por toda sorte de crendices” […].“Sabe-se também que é entre os idosos, às voltas com a ideia de morte, que o misticismo e a religião encontram maior número de devotos”, revela o autor.

A verdade é que por mais que digam que a religião possa carregar características supersticiosas, é um grande erro confundir as coisas, pois religião não é magia. Ato supersticioso é o fato de alguém carregar um talismã, evitar situações, praticar atos de sorte ou coisas do gênero.

Religião é algo que permanece com o tempo e necessário é crer de forma intensa; já a superstição é algo em que não se acredita 100%, mas se faz esta ou aquela simpatia, carrega-se um objeto da sorte.

O que chamamos de comportamento supersticioso nem sempre é comprovado e, muitas vezes, é lendário, ou seja, de tanto se acreditar que algo dá azar ou sorte, a tradição deu àquele número, objeto ou àquela situação um caráter de favorecimento e crença.

E você? Já parou para pensar naquilo que cultiva e acredita? Será que tem dado mais valor às superstições do que à sua vida de cristão?

Fica uma reflexão para revermos como cada um de nós assume medos, crenças e crendices que tantas vezes mobilizam nossas vidas.

Abraço fraterno!

Elaine Ribeiro dos Santos

Elaine Ribeiro, Psicóloga Clínica e Organizacional, colaboradora da Comunidade Canção Nova. Blog: temasempsicologia.wordpress.com Twitter: @elaineribeirosp

 

Fonte: http://formacao.cancaonova.com/igreja/catequese/supersticao-quanto-ela-influencia-sua-vida/

 


ADORAÇAO E VIDA: O CÉU SE ABRE

novembro 28, 2014

 


PORQUE DEUS NAO ME AJUDA?

novembro 28, 2014

cancaonova

Por que Deus não

me ajuda?

É uma boa pergunta: “Por que Deus, então, não me socorre? Por que Ele não faz alguma coisa por mim? Por que não resolve minha situação?”. Compreenda: Deus fez, está fazendo e vai fazer. Se existe uma falha, ela está em nós. E qual é a falha? Nós fomos vítimas do sistema deste mundo. As finanças vão mal e há muito desemprego por causa do sistema em que vivemos, que é individualista, baseado no egoísmo, na ambição. Um sistema sem Deus, portanto, sem amor.

Enquanto permanecermos ligados ao sistema, seremos influenciados por ele, e não nos será possível entrar no sistema de Deus. Ele é radicalmente oposto. É preciso fazer uma escolha: ou estamos no esquema do mundo ou no de Deus. É uma lógica: para sermos auxiliados pelo Senhor, precisamos estar no sistema d’Ele. Se continuarmos no mundo, seremos tratados por ele. Para deixarmos de ser vítimas desse sistema, temos de deixá-lo e nos colocar próximos de Deus.

Não falo de um “evangelho da prosperidade”, que diz que, se eu for à Igreja e fizer isso e mais aquilo, se ajudar essa e mais aquela obra, se der uma boa contribuição para tal igreja ou tal obra, Deus irá me dar como recompensa a prosperidade ou um emprego. Não é assim! Não falo de comprar Deus! Porque “os homens vêem as aparências, mas Deus vê o coração” (cf. 1Sm 16, 7b). Não adianta eu fazer belos discursos ou oferecer grandes ajudas se meu coração não estiver em Deus.

 

Há dois sistemas e eles são opostos. De um lado, o de César, do mundo, do príncipe deste mundo. De outro lado, o sistema de Deus, do Evangelho. Não dá para servir a Deus e a este mundo. Não é possível ser de Jesus e de Seu inimigo. É preciso decidir entre os dois sistemas. Não é questão de palavras, de aparências, mas sim de coração; e Deus vê o coração.

Na hora em que eu me decido a deixar o sistema do mundo, que é baseado em egoísmo, ganância, mentira, falsidade, corrupção e na busca pelo dinheiro; no momento em que eu me decido deixar de enganar e prejudicar os outros; quando sinceramente eu me decido a sair do sistema do mundo e entrar no sistema de Deus, Sua Palavra se torna realidade em minha vida: “Tudo concorre para o bem dos que amam a Deus” (Rm 8, 28).

É difícil? Sim, mas é o jeito! Todo o resto é engano! Não é possível esperar que o mundo se transforme. A grande sabedoria é compreender que a mudança começa em cada um: de modo sofrido? Sim. Com muitas lutas? Sim. Mas tenha certeza: nós nos arrastamos na situação, porque, infelizmente, nosso coração ainda não deixou as coisas do mundo. Na hora em que estivermos junto de Deus, tudo vai se resolver, também nossa questão econômica.

Reze comigo: “Senhor, é uma questão de mudança de oração. Tudo concorre para aqueles que amam, adoram e mergulham em ti. Assim, tudo se resolve, tudo se descomplica. Eis-me aqui, Senhor, muda meu coração! Hoje, decido-me a deixar o egoísmo, a ganância, o orgulho, a vaidade e a hipocrisia. Decido-me, sinceramente, a viver em Teu sistema”. 

Jesus manso e humilde de coração, fazei meu coração semelhante ao Vosso!

Artigo extraído do livro: ‘Considerai como crescem os lírios!’, de monsenhor Jonas Abib.

Fonte: http://padrejonas.cancaonova.com/informativos/artigos/por-que-deus-nao-me-ajuda-3/

 


PADRE CHRYSTIAN SHANKAR: SÓ O AMOR VERDADEIRO MANTÉM A FAMÍLIA UNIDA!

outubro 8, 2014

 


AS QUINZE PROMESSAS DO ROSÁRIO

outubro 8, 2014

2.Prometo minha especialíssima proteção e grandes benefícios a os que devotamente rezarem meu Rosário.

3. O Rosário será um fortíssimo escudo de defensa contra o inferno, destruirá os vícios, livrará dos pecados e exterminará as heresias.

4.O Rosário fará germinar as virtude este também fará que seus devotos obtenham tudo da misericórdia divina; substituirá no Coração dos homens o amor do mundo pelo amor por Deus e os elevará a desejar as coisas celestiais e eternas. Quantas almas por este meio se santificarão!

5. A alma que se encomende pelo Rosário não perecerá.

6. Aquele que com devoção rezar meu Rosário, considerando os mistérios, não se verá oprimido pela desgraça, nem morrerá morte desgraçada; se converterá, se é pecador; perseverará nas graças, se é justo, e em todo caso será admitido na vida eterna.

7. Os verdadeiros devotos de meu Rosário não morrerão sem auxílios da Igreja.

8. Quero que todos os devotos de meu Rosário tenha em vida e em morte a luz e a plenitude da graça, e sejam participantes dos méritos dos bem-aventurados.

9. Livrarei de pronto do purgatório as almas devotas do Rosário.

10. Os Filhos verdadeiros de meu Rosário desfrutarão no Céu uma Glória singular.

11. Todo o que se pedir por meio do Rosário se alcançará prontamente.

12. Socorrerei em todas as suas necessidades aos que propaguem meu Rosário.

13. Todos os que rezarem o Rosário terão por irmãos na vida e na morte a os bem-aventurados do Céu.

14. Os que rezam meu Rosário são todos filhos meus muito amados e irmãos de meu Unigênito Jesus.

15. A devoção ao Santo Rosário é um sinal de predestinação a Glória.

As Bênçãos do Rosário

1. Os pecadores obtêm o perdão.

2. As almas sedentas são saciadas.

3. Os que estão atados veem seus nós desatados.

4. Os que choram encontram alegria.

5. Os que são tentados encontram tranquilidade.

6. Os pobres são socorridos.

7. Os religiosos são reformados.

8. Os ignorantes são instruídos.

9. Os vivos triunfam sobre a vaidade.

10. Os mortos alcançam a misericórdia por via de sufrágios.

Fonte: http://blog.cancaonova.com/felipeaquino/2014/10/07/as-quinze-promessas-do-rosario/

 


PADRE CHRYSTIAN SHANKAR: COMO LIDAR COM AS BRIGAS NO CASAMENTO

julho 15, 2014